Como a agroindústria está se tornando digital e automatizada

Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Big Data, Business Intelligence. Quando pensamos nesses conceitos, automaticamente imaginamos grandes indústrias ligadas à tecnologia, certo? No entanto, a nova revolução digital também está cada vez mais presente em um dos setores mais importantes da economia brasileira: a agroindústria.

Conheça os principais conceitos dessa transformação e como eles podem impactar os negócios nesse setor da economia.

Por que é importante modernizar a agroindústria?

Atualmente, o agronegócio é responsável por 25% do PIB brasileiro, gera 20% dos empregos no país e contribui para 40% das exportações, de acordo com dados da Embrapa. No entanto, conforme estudo da Sociedade Rural Brasileira, 80% da agricultura do Brasil é formada por pequenos a médios produtores.

Apesar de muitos ainda estarem iniciando o processo de transformação digital em seus negócios a tecnologia vem avançando na agroindústria brasileira. Um levantamento de 2018 da Comissão Brasileira de Agricultura de Precisão (CBAP), aponta que 67% das propriedades agrícolas do Brasil já usam algum tipo de inovação tecnológica em seus processos produtivos.

Por isso, as soluções de automação e otimização digital de processos tem um forte potencial para expandir o agronegócio brasileiro, já que a produção automatizada representa maior produtividade, menos falhas e redução de custos para o produtor rural.

Como começar a automatizar a produção rural?

Muitas soluções já estão disponíveis no mercado para tornar a agroindústria mais produtiva por meio da rastreabilidade de produtos automatização de processos. Além disso, a transição entre uma gestão manual para uma digitalizada pode se tornar mais prática com o uso de tecnologias que já são familiares no dia a dia, como por exemplo, leitores de código de barras e coletores de dados.

O tablet TI11W Tiger é uma dessas soluções. Com estrutura robusta, perfeito para suportar impactos e à prova d’água, pode ser operado em sistema Windows, já familiar para o usuário. Com o TI11W, é possível gerenciar dados da produção, escanear códigos 1D e 2D e integrar as informações com outros sistemas já utilizados pela empresa.

Já os PDAs S1 e SK1 Tiger podem auxiliar na coleta e gerenciamento rápido de dados em áreas de logística, transporte de cargas, com resistência e durabilidade.

Outra forma de digitalizar processos e economizar recursos é o uso de softwares para operações logísticas da agroindústria. Dessa forma, a organização de estoques e o transporte de produtos pode ser feita de forma mais simples e otimizada com a gestão integrada dos dados em um software de automação.

E você, já pensou em automatizar a produção agrícola do seu negócio? Conheça o portfólio de soluções Syscontrol e comece já implementar a digitalização no seu negócio.

Veja mais conteúdos: