A importância da sustentabilidade dentro do escritório

Nos dias de hoje, mais do que nunca, estamos sempre falando sobre um tema muito importante para o Brasil e o mundo: a sustentabilidade. Lutar por um mundo mais sustentável e consciente sobre suas ações não é apenas um dever de cada um de nós, mas também uma diferencial entre as empresas no mercado atual.

Cuidar para minimizar os impactos que causamos na natureza não apenas previne a destruição do planeta, mas também contribui para nossa própria qualidade de vida, e garante um futuro melhor para as gerações futuras.

O propósito por trás das ações de sustentabilidade

Algo que faz total diferença quando tocamos nesse assunto, é o propósito de conscientizar as empresas de que, elas não devem ser consideradas como parte do problema, mas como parte da solução.

Mais do que apenas eliminar os impactos negativos de sua empresa na natureza, é preciso incentivar a mudança. Por isso, quanto mais as empresas puderem contribuir para recuperar aquilo que foi degradado, como com mudanças em pequenas atitudes no dia e dia dos escritórios, maior será o impacto positivo.

Vamos falar hoje aqui sobre algumas dicas práticas de como ter um escritório mais sustentável. E além de contribuir com o planeta, sua empresa ainda aproveita para reduzir alguns custos. Vamos lá!

Dicas práticas para um escritório mais sustentável 

1 – A primeira dica é começar eliminando os descartáveis. “Um copo plástico descartável pode levar entre 250 a 400 anos para se decompor”, segundo a Beegreen, empresa especializada em sustentabilidade. Sabemos que os copos descartáveis de água e café são itens práticos no dia e dia das companhias. Contudo, investir em copos, canecas, xícaras e squeezes para os colaboradores é com certeza uma ótima opção. Além de dar a carinha da sua empresa para esses detalhes, você elimina de uma vez o desperdício.

2 – Faça e separação do lixo. Tenha em seu escritório um local separado para e separação do lixo descartável. Essa atitude além de contribuir para o meio ambiente, também incentiva os seus colaboradores a criarem esse hábito, e de repente, começarem a fazer em suas próprias casas.

3- Se atente à iluminação do ambiente. Tenha cuidado para não exagerar em quantidade de lâmpadas acesas todos os dias. Prefira montar as salas de forma deixar os colaboradores sentados mais perto de janelas, usando e abusando da luz natural. Sempre que possível também desligue o ar condicionado e abra as janelas. Um pouco de ar fresco é sempre bom.

Todo o lixo descartado vai para algum lugar e ocupa algum espaço em nosso planeta

4- Dê preferência à utilização de materiais recicláveis. Infelizmente ainda fazemos o uso de muitos objetos descartáveis todos os dias. Se esse resíduo não for biodegradável, ficará exposto no ecossistema por muito tempo.

5- Escolha equipamentos que possuam um consumo de energia mais baixo. Hoje os equipamentos modernos já promovem a diminuição de consumo de energia. Um exemplo disso são as famosas lâmpadas de leds. Antes de ir às comprar para sua empresa, pesquisa as melhores alternativas.

6- Troque arquivos por computadores. Todas as empresas, principalmente as grandes, possuem um enorme fluxo de informações e documentos de grande importância que precisam ser arquivados. Com todas as opções que temos hoje em dia, como computadores, HD externos, pen drives, entre outras, busque o quanto antes eliminar a cultura de ter arquivos em papel. Isso trará à empresa mais segurança, praticidade, além de contribuir com o meio ambiente.

7 – E por último, incentive seus colaboradores! Crie campanhas de sustentabilidade. Eduque sua empresa sobre a importância dessas pequenas mudanças nos hábitos. Dessa forma os funcionários estarão alinhados com o propósito da empresa e contribuirão com cada processo. Uma boa dica também é cultivar plantas dentro do escritório. As plantas além de trazerem um ar mais puro e úmido para o ambiente, ainda estimulam outras pessoas a pensarem e agirem de forma mais consciente.

Gostou das dicas? Leia também nosso blog post sobre como reduzir custos em minha empresa. 

Veja mais conteúdos: